Dia Internacional da Mulher: o que aprendemos com personagens femininas da literatura?

Na próxima sexta-feira, dia 8, será comemorado o Dia Internacional da Mulher! A data se trata de uma celebração histórica nas lutas pelos direitos sociais, políticos e econômicos das mulheres ao longo dos anos. Surgiu a partir de diferentes episódios que exigiam melhores salários, direito ao voto e à educação, e marcaram os movimentos das trabalhadoras nos Estados Unidos e na Europa a partir do século XIX. 

Além do caráter festivo, a data oficializada pela ONU funciona como uma forma de conscientização para evitar as desigualdades de gênero em todas as áreas da sociedade. Há inúmeros exemplos de figuras femininas que fizeram história e deixaram um enorme legado nas áreas da educação, tecnologia, ciência, arte e muito mais! É essencial celebrarmos os avanços, mas também reconhecermos que há um longo caminho pela frente.

Trazendo a discussão para o universo lúdico e pedagógico, queremos contextualizar algumas personagens famosas do mundo artístico e literário, refletindo sobre quais características são valiosas para aprendermos, reproduzirmos e evoluirmos nessa discussão, ensinando aos nossos pequenos e grandes alunos a importância do pensamento crítico para a construção de um futuro ainda melhor.

Então, o que personagens como Mulan, Hermione e Moana podem ensinar às crianças e adultos sobre o papel da mulher na sociedade?

 

Mulan

Créditos: Reprodução
 Filme: Mulan (1998)

 

A grande guerreira Mulan é um dos melhores exemplos para começarmos a pensar nessa representatividade infantil para as meninas (e por que não para os adultos?). Para quem não lembra ou não conhece a história, trata-se de uma jovem destemida e corajosa que, para proteger o pai doente e único homem adulto da casa, decide se alistar no exército chinês em seu lugar. 

Mulan vem para transformar a velha máxima da personagem feminina fragilizada que precisa do pai, irmãos ou príncipe para prover a família. Ela é uma princesa! Mas é uma princesa que vai à luta e tem talento para ser guerreira e enfrentar o mundo com coragem e determinação, indo além dos sapatinhos de cristal comuns às demais personagens com o mesmo título de princesa. A personagem inspira e amplia os horizontes da criança, trazendo a percepção de que ela também pode se tornar uma jovem corajosa com perseverança para alcançar os seus grandes objetivos.

 

Hermione


   Créditos: Reprodução
   Filme: Harry Potter e a Pedra Filosofal (2001)

 

A conhecida personagem dos livros e filmes de Harry Potter é uma das favoritas da saga e, sem dúvidas, uma garota que muitas alunas se identificam. Em uma enquete realizada pela associação Filmclub, Hermione foi escolhida como a personagem infantil e juvenil mais querida do cinema e o melhor exemplo para jovens e crianças se inspirarem. 

Não à toa, para além dos muros ficcionais, a jovem bruxinha é estudiosa, inteligente e muito questionadora. Sempre busca nos livros a razão do conhecimento, atrelando persistência, coragem e determinação inspiradora. Ela também pode ser vista como um modelo de luta pelos ideais, ensinando às crianças e jovens que é necessário questionar, desde que a indagação tenha argumentos legítimos e verdadeiros. Também nos lembra que as conquistas são possíveis quando há foco em vencer barreiras (principalmente para meninas). 

 

Moana

 Créditos: Reprodução
Filme: Moana (2016)

 

Trazendo uma obra mais recente, Moana é um show de superação, representatividade e desconstrução dos estereótipos normalmente reservados para as personagens femininas. Ela é uma grande figura da cultura da Polinésia, mas muitas crianças brasileiras também se identificam com os seus longos cabelos cacheados!

Independente, apaixonada e valente, essa princesa desafia os papéis de gênero,  encara uma viagem pelo Pacífico para mudar o destino de seu povo e precisa passar por cima de seus medos e superar diversos obstáculos.

Além da forte mensagem de proteção ao meio ambiente sobretudo ao oceano Moana demonstra um equilíbrio muito especial entre empatia, inteligência emocional, compaixão, coragem e determinação, que são valores muito importantes na formação da criança.

 

Você já deve ter observado que, cada vez mais, essas mudanças vêm acontecendo nos livros, animações e filmes voltados aos públicos infantil e juvenil, principalmente no que diz respeito à maneira de retratar a realidade das mulheres. Não há problema em querer ser uma princesa com sapatinhos de cristal. Mas é importante incentivar a criança a ser quem ela deseja ser, oferecendo diferentes possibilidades e dando suporte. Por isso, essas transformações nas personagens femininas são positivas e corroboram com a desconstrução de estereótipos, além de incentivar, desde cedo, a discussão sobre representatividade e igualdade de gênero. Além disso, cada personagem, com o seu jeito, personalidade e história, é importante para promover a identificação e inspirar sentimentos como empatia, autocontrole e autoafirmação. 

Aqui no Elite, acreditamos que cada aluno possui suas particularidades, desejos, qualidades e sonhos, e, por isso, levamos essa premissa para um ensino individualizado, que potencializa o desenvolvimento integral do estudante. Estimulamos um crescimento autêntico, educando para a liberdade, autonomia e protagonismo, escutando as diferenças e reconhecendo a originalidade de cada uma delas.

Sendo assim não só em comemoração ao Dia Internacional da Mulher, mas de forma contínua propomos aos meninos e jovens que também pesquisem, valorizem e aprendam com a força intelectual e bravura das figuras femininas ficcionais e reais: mães, avós, amigas, tias, professoras, cientistas, pesquisadoras, entre outras. O propósito é muito simples: transformarmos juntos a sociedade em um lugar que não obstrua as competências individuais, mas que seja um ambiente igualitário, equilibrado e, portanto, mais potente. 

 

👉Você quer fazer parte da nossa família? Inscreva-se no Bolsão 2021 e ganhe até 90% de desconto: bit.ly/Bolsao2021

 

Escrito por:
Monica Manhaes


Posts relacionados: