Brasileiras na ciência

Quantos cientistas você conhece? Quantos deles são brasileiros? E quantos desses são mulheres?

Mesmo sabendo que a pesquisa científica ainda não é tão valorizada no nosso país, já temos muito do que nos orgulhar. Nessa semana da mulher, queremos dar especial atenção às pioneiras da ciência brasileira cujas pesquisas merecem toda nossa atenção e respeito.

 

Nise da Silveira (1905-1999)

Médica psiquiatra, ela foi a pioneira na pesquisa sobre o tratamento da doenças mentais através de métodos como “arte-terapia”, hoje reconhecido internacionalmente. Nise dedicou sua vida principalmente à luta contra os tratamentos psiquiátricos agressivos, tais como confinamento, choques elétricos e lobotomia.

 

Ruth Sonntag Nussenzweig (1928-2018)

Bióloga, a pesquisadora fez uma grande descoberta para a área da saúde. Por meio de diversos experimentos, ela provou que era possível obter proteção contra o parasita causador da malária. A descoberta, feita em 1967, provocou entusiasmo mundial e serviu de base para as pesquisas que visavam desenvolver uma vacina contra a doença.

 

Johanna Döbereiner (1924-2000)

Nascida na República Tcheca e radicada no Brasil, a agrônoma fez importantes descobertas durante sua carreira na Embrapa sobre a fixação de nitrogênio em leguminosas tropicais que, posteriormente às pesquisas, dispensaram o uso de fertilizantes em cultivos. A consequência direta disso foi a redução drástica no custo da produção de soja. Anos depois, em 1997, foi indicada ao Nobel de química e ingressou na Academia de Ciências do Vaticano.

 

Elza Furtado Gomide (1925-2013)

Como a primeira doutora em Matemática do Brasil, Elza considerava que sua maior contribuição para a área tenha sido, por um lado, o estímulo que deu a vários estudantes e, por outro, sua participação no Fórum das Licenciaturas, organizado pela USP em 1990.

 

Fonte: https://www.cartacapital.com.br/blogs/sororidade-em-pauta/mulheres-foram-chave-no-desenvolvimento-da-ciencia-do-brasil

Escrito por:
Ursula Laino


Posts relacionados: