Profissões do futuro

O mundo vai mudar e estar preparado fará toda a diferença! Confira a lista de 10 possíveis carreiras do futuro e saiba mais sobre elas!

Segundo o Fórum Econômico Mundial, 65% das crianças da educação infantil mundial trabalharão em carreiras que ainda não existem. Com mais inovações na área tecnológica, veremos daqui há alguns anos o impacto dessa transformação no mercado de trabalho, com a adaptação de carreiras já existentes e o surgimento de outras que cumpram as novas necessidades.

Nesse mesmo relatório, é possível notar, por exemplo, que entre 2016 e 2020 35% das habilidades que eram consideradas relevantes mudaram. Essa transformação está diretamente relacionada à conscientização sobre a importância das soft skills. Mas você sabe o que é isso?

As soft skills são habilidades subjetivas, difíceis de serem mensuradas, pois estão relacionadas ao desenvolvimento pessoal e ao relacionamento com as outras pessoas. Inteligência emocional, comunicação eficaz, colaboração e flexibilidade são alguns exemplos dessas habilidades.

As empresas estão olhando cada vez mais para elas, diferentemente de alguns anos atrás, em que o olhar era mais atento às habilidades técnicas adquiridas em cursos, treinamentos e especializações.

Ainda segundo a pesquisa do Fórum Econômico Mundial, as 10 principais habilidades do futuro são:

1. solução de problemas complexos
2. pensamento crítico
3. criatividade
4. gestão de pessoas
5. empatia com os outros
6. inteligência emocional
7. bom senso e tomada de decisão
8. orientação para serviços
9. negociação
10. flexibilidade cognitiva

E quais seriam, afinal, as profissões do futuro? Bom, as opiniões e hipóteses são diversas, mas todas costumam ter as habilidades citadas em comum e nos trazem duas grandes certezas: o mundo vai mudar e estar preparado fará toda a diferença!

Pode parecer um cenário de ficção científica, mas, segundo a Cognizant, uma das maiores empresas de tecnologia de informação do mundo, os palpites foram baseados em macrotendências atuais em diferentes áreas, como meio ambiente, migração, biotecnologia e demografia. Confira a lista de 10 possíveis carreiras do futuro e saiba mais sobre elas!

1. Detetive de dados

Se você nunca ouviu esse nome, não tem problema! A carreira tem crescido aos poucos e ainda não é tão conhecida do grande público. O profissional investiga os mistérios do Big Data e precisa não apenas coletar esses dados, mas analisá-los com objetivo de oferecer soluções para a organização em que atua. Com isso, é possível se precaver de fraudes, apontar comportamentos ilegais e propiciar mais segurança aos seus clientes.

☑É importante saber sobre finanças, matemática, data science e direito digital.


2. Facilitador de TI

A função é explorar tendências digitais e criar uma plataforma automatizada para que os usuários elaborem seus próprios ambientes colaborativos, incluindo assistentes virtuais.

☑É necessário ter formação em TI, ciências da computação, engenharia, ciências naturais ou administração de empresas.

3. Oficial de ética de sourcing

Esse profissional analisa gastos, relações internas e, também, os lucros da companhia. Tudo deve estar alinhado aos padrões éticos da empresa e seus investidores.

☑Experiência com ética em ambientes corporativos, boa comunicação e facilidade no trabalho em equipe. Conhecimentos de negócios, lei, gestão pública ou filosofia são diferenciais.

4. Gestor de desenvolvimento de negócios de inteligência artificial (IA)

A IA está entre as tecnologias que mais trazem novas profissões para o mercado. Desenvolver e implementar programas para acelerar vendas e negócios de inteligência artificial (IA) são funções dessa carreira.

☑É necessário ter experiência com vendas e plataformas de IA, “machine learning” e computação em nuvem.


5. Mestre de edge computing

Edge computing é uma tecnologia relacionada à internet das coisas e se baseia em uma rede de micro data centers que processam e armazenam os dados. O profissional precisa criar e proteger o ambiente de edge computing, também conhecido como “computação na borda”.

☑Especialização na área ou em áreas relacionadas, habilidade em protocolo de internet das coisas (IoT), entre outros assuntos.

6. Walker/Talker

Conversar e partilhar experiências com pessoas idosas através de uma plataforma on-line: esse é um profissional autônomo especializado em ouvir o que outras pessoas têm a dizer — mas não de uma maneira psiquiátrica ou psicológica. O objetivo é conversar com o cliente e prestar atenção nele, usando aplicativos para agendamento de visitas ou plataformas on-line.

☑Não é preciso ter nenhuma formação específica, mas habilidades como boa comunicação, criatividade, empatia, capacidade de observação e paciência.

7. Conselheiro de compromisso de saúde

Utilizando dados de pulseiras inteligentes para monitorar seus níveis corporais, esse profissional alertará quando houver algo de errado que precise de tratamento. Ele vai examinar, diagnosticar e administrar tratamentos apropriados para pacientes, de maneira remota.

☑Destinado a nutricionistas e outras carreiras da área de saúde, podendo também ser profissional de Educação Física, além de requerer habilidades interpessoais e com ferramentas digitais.

8. Analista de cybercidade

O objetivo dessa carreira ligada à gestão pública é garantir a segurança e funcionalidade da cidade ao garantir o fluxo saudável de dados (ambientais, populacionais etc.) pelo sistema.

☑É necessário ter qualificação em engenharia digital, circuitos eletrônicos, além de saber interpretar dados em analytics.

9. Diretor de portfólio genômico

Elaborar e executar estratégias de crescimento do portfólio no mercado da biotecnologia.

☑O profissional precisará ter graduação em campo relacionado à genômica e habilidades como liderança e negociação.

10. Gerente de equipe humanos-máquinas

A função dessa área é criar um sistema de interação para que seres humanos e máquinas trabalhem melhor.

☑A formação envolve psicologia e neurociência, ciência da computação, engenharia ou recursos humanos.

Você notou pontos em comum? Além das soft skills, a aproximação com a tecnologia, o trabalho em equipe e o foco na experiência do usuário (UX) são alguns dos elementos mais importantes para as profissões do futuro. É preciso ter em mente que operar e trabalhar com tecnologias já não são tarefas restritas aos profissionais de TI ou engenheiros.

Todo dia o mundo digital produz novas plataformas e quantidades gigantes de dados que servem para inúmeras finalidades. A busca por profissionais que entendam essa dinâmica e saibam utilizá-la de forma estratégica é uma realidade.

Então, fique atento às novidades e ao surgimento de novas carreiras. Consulte jornais, sites, revistas, ensaios, colunas… Assim, você desenvolverá uma base intelectual para interpretar as mudanças e entender qual o caminho é ideal para você, baseado nas suas habilidades, interesses e necessidades.

👉Ainda não faz parte da nossa família? Consulte a unidade mais próxima de você: https://ensinoelite.com.br/unidades/

Escrito por:
Larissa Florentino


Posts relacionados: